Tag: show

The Wings Tour São Paulo 19/03

Quem acompanha o blog, sabe que eu praticamente fali ano passado no final do meu intercâmbio pra poder ir na KConNY ver meus meninos BTS e outros grupos. Quando São Paulo foi anunciada como uma das primeiras paradas da nova tour do BTS, eu PRECISAVA ir, ter visto só 5 músicas daquela vez não foi o suficiente, principalmente porque eles não cantaram I Need U e sério, eu não poderia viver sem ouvir ao vivo a música que me fez amar eles.

Por ser uma fangirl de sorte, meu irmão é cliente Citibank e eu não precisei sofrer naquela fila de horas no site para comprar meu ingresso e no final, meu irmão nem me cobrou o dinheiro do ingresso #vantagensdeseracaçula

raw

Por morar em outra cidade, o deslocamento para SP é a pior parte de um show: acordar de madrugada, fazer conexão, arrumar lugar pra ficar, gastar com comida, transporte… são tantas coisas para organizar e se preocupar que a ansiedade para o show em si acaba sendo a menor coisa. Só fui me tocar mesmo que ia ver BTS de novo no dia do show.

Como alguém que foi em vários shows antes desse, eu posso dizer uma coisa: que organização horrível. Estava 18 graus com uma garoa gelada e nenhuma informação concreta sobre abertura dos portões. Fiquei sabendo que MUITA gente que pagou pelo soundcheck (para entrar na hora em que eles fazem a passagem do som) não conseguiu entrar antes e acabou perdendo parte ou tudo do que deveria ter visto. Eu entendo que a liberação da entrada seja algo que possa causar problemas, mas abrir as portas para 7 mil pessoas apenas uma hora antes é pedir para dar problema. Os seguranças pararam de verificar ingresso, o meu era meia e ele nem olhou na minha carteirinha, já foi rasgando o papel e mandando entrar. Se qualquer pessoa quisesse pegar um ingresso e fazer cópias, com certeza iria entrar sem problemas no domingo. Eu e minha amiga entramos com garrafas de água lacradas e ninguém falou nada. O risco que os fãs e o grupo estavam correndo com essa “liberada” na fiscalização é enorme e não é algo que a gente paga caro para acontecer. Realmente espero que a T4F repense nessa abertura dos portões do Citibank apenas uma hora antes no próximo show, antes que cause um problema maior do que apenas reclamações.

z8QoOBxv
Essa fila que dava pra ver da janela da lanchonete da frente. Uma hora e meia antes do show começar.

Eu vivo falando que não gosto de ARMY no meu twitter, e antes que venham falar algo: tenho 26 anos e nem quando tinha 15 anos eu gostava de adolescente fangirl, mas é impossível não elogiar as surpresas e todo o amor que eles devem ter sentido.

Se eles derem mais valor pra uma Rainbow Ocean fajuta do que pras dancinhas e gritos, vou ficar muito decepcionada. Foi muito lindo ver todo mundo cantando antes do show com os MVs na tela, mas nada vai se comparar com os nomes gritados antes de cada solo e com as dancinhas organizadas. São poucos shows em que o artista não precisa pedir pra gritar ou pular e nenhum deles precisou fazer isso. Desde a fila até a luz acender, o do Citibank Hall foi o show mais barulhento e animado que eu já fui. Eu com certeza, se tiver filho um dia, vou ser uma das milhares de mães que estavam filmando, pulando e cantando junto com os filhos no meio da pista.

0BaSgttV
Eu amei muito ver o monte de pais acompanhando as filhas com camisetas de banda.

Meu bias é o Suga, mas no show sem dúvida alguma foi o JHope. Ele conquistou meu coração no primeiro sorriso com a testa aparecendo. Ele sem dúvidas é o melhor performer do grupo, o carisma dele é incrível e durante MAMA, o solo, parecia que o show era só dele e aquela era a apresentação principal. Me marcou MUITO e com certeza foi a minha parte preferida de todas em se tratando de apresentação. Amei muito os corações em Boy in Luv, a dancinha de 21st Century, os balões caindo das plateias para as pistas e, sem dúvidas, o coral depois de Spring Day (se você achou lindo o povo dos EUA copiando, não fale comigo).

Esse show valeu muito a pena apesar de ter tido uma das piores estruturas que já vi, a começar pelo palco baixíssimo sem passarela, que fez com que só quem estivesse na pista premium realmente tivesse uma visão “boa”. Digo “boa”, porque vendo algumas fancams dá pra ver como a pista premium estava cheia e apertada.

jungkook-2-grande
gif da minha fancam de dope lá do final da pista normal na ponta dos pés no zoom máximo quase morrendo de dor no braço.

Sei que as pessoas que tiveram a sorte de ir em um ou nos dois dias de TWT, em São Paulo, representaram bem as milhares as que não puderam ir por não conseguirem ingresso ou por não terem como ir. Espero que esses shows tenham mostrado a força e o amor que a gente tem pelo KPop para as produtoras brasileiras, assim como as tour de fansign e fanmeet que estão vindo no resto do ano. Para quem ainda tem aquele preconceito, espero que até o natal você esteja com um bias no seu coração, porque quanto mais kpopper, mais amor e mais possibilidades de shows acontecerem. Vamos divulgar, vamos amar e vamos abrir os nossos horizontes.

JwWVOMih
♥♥♥♥♥♥♥

1989 Tour – Indianápolis

IMG_20150916_211803633

Sempre falo que não vou demorar a postar de novo e aí eu sumo. Desculpa, é sempre mais forte do que eu. Tô nos Estados Unidos há quase três meses e uma das melhores coisas da minha vida aconteceu exatamente no dia em que eu completava 1 mês na terra do Tio Sam. Depois de aproximadamente 8 anos, finalmente fui num show da pessoa mais linda, fofa e perfeita do mundo, dona Taylor Swift, mestra da minha vida. Contando a história desde o início…