Nem Um Pouco Épico

Fragmentado, de M. Night Shyamalan

fragmentado_1-750x380

Em ”Fragmentado”, o espectador é levado a conhecer um homem perturbado chamado Kevin, vivido por um James McAvoy em sua melhor fase. Kevin tem um distúrbio comportamental que o revela dono de 23 personalidades diferentes e com o poder de alterna-las com o pensamento. Ao iniciar da película, ele sequestra três adolescentes, após persegui-las em um estacionamento. Dali, ele as leva para um cativeiro e com o passar do tempo as moças começam a compreender a intensidade e a diferença de cada uma das personalidades do raptor.

O filme tem roteiro e direção de M. Night Shyamalan e faz ligações ao universo de um outro filme seu, Corpo Fechado.

Com Any Taylor-Joy, Betty Buckley, Brad William Henke, Haley Lu Richardson, Jessica Rula, Sebastian Arcelus e Izzie Coffey, a produção de terror/suspense psicológico entra em cartaz hoje.

tumblr_ojfzc6WPAk1vh0g6io6_500
A personagem de Betty Buckley, Dra. Fletcher, questiona Kevin: ”Quem está no comando no momento?”.

Read more

A Lei da Noite

A-Lei-da-Noite-Poster-Teaser_Horizontal

O material literário do escritor Dennis Lehane vira e mexe é adaptado para a telona. Em 2014, um conto seu foi transformado no filme ”A Entrega”, protagonizado pelo ator inglês Tom Hardy e com roteiro do próprio Lehane. Em 2010, foi a vez de ”A Ilha do Medo” ganhar adaptação para os cinemas com direção de Martin Scorsese e atuações de Leonardo DiCaprio e Mark Ruffalo, nos papéis centrais. Porém, toda essa loucura de Hollywood pela obra do autor se iniciou com ”Sobre Meninos e Lobos”. A película, lançada no ano de 2003, teve direção de Clint Wastwood e levou inúmeros prêmios da industria cinematográfica, dando ainda aos atores Sean Penn e Tim Robins o Oscar nas categorias de ‘Melhor Ator e Melhor Ator Coadjuvante’.

Agora chega aos cinemas ”A Lei da Noite”, produção sobre o crime organizado na Boston dos anos 20 que também é adaptada de um dos livros de Lehane e tem o ator Ben Affleck como diretor, roteirista e protagonista. Aliás, este é o quarto filme onde Affleck atua, dirige ou escreve o roteiro. Papéis que ele começou a desempenhar em 2007 no longa ”Medo da Verdade”, filme que é, por sinal, apropriado também de uma das obras de sucesso de Lehane e chegou a levar indicação ao Oscar na categoria de ”Melhor Atriz” para Amy Ryan.

Aqui, Affleck apresenta uma trama sombria, densa e repleta de reviravoltas. Seu personagem, Joe Coughlin, é o filho mais novo do capitão de polícia Thomas Coughlin, interpretado pelo ator Breendan Gleeson. Joe é uma figura consciente e narra sua jornada ao expectador como forma de explicar as motivações que o leva a se tornar um fora da lei. Ele não esquece de mencionar que o que vira durante a guerra o fez voltar ao mundo menos humano e, portanto, decide viver a partir de suas próprias regras. Se torna um ladrão conhecido e chama atenção de grandes mafiosos como o irlandês Albert White (Robert Glenister) e seu inimigo, Maso Pescatore (Remo Girone), mas é ao conhecer a atraente Emma Gould (Sienna Miller), amante de White, que ele percebe que pode ser mais do que um simples malandro e vira então o braço direito de Pescatore. Com a parceria Joe parte para a Flórida para administrar os negócios de bebidas que o italiano tem por lá. Ambos tem o intuito de falir White e acabar com o seu reinado em todos os estados, mas Joe consegue mais que isso, pois é também na calorenta Trampa que ele conhece a estonteante Graciela (Zoe Saldana), uma cubana que detêm, com o irmão, o controle de centenas de fábricas de Rum.

Ainda estão no elenco, Elle Fanning, Chris Cooper, Titus Welliver e Chris Messina.

live bynight7co1_500

Read more

Estrelas Além do Tempo

__585837579eb85-medium

Sabe aquele dia que você está em casa sem fazer nadica de nada e fala, “ah, vou ver um filme”. Seu próximo passo é, claro, buscar algo que lhe chame atenção. E, por acaso, você já viu alguma produção que trouxesse mulheres negras como o foco e, não só isso, mas que ainda questionasse o porquê da humanidade ainda não perceber que sua evolução acontece quando ela decide dar as mãos e caminhar lado a lado, sem distinção de gênero, cor ou classe? Uma película com esta proposta lhe chamaria atenção?

Presume-se que uma parcela significante de pessoas ficariam interessadíssimas.

Pois bem, adaptado a partir do livro ”Hidden Figures: The Story of the African-American Women Who Helped Win the Space Race”, escrito por Margot Lee Shetterly, o longa Estrelas Além do Tempo expõe, com muita lucidez, o trabalho feito por uma equipe de cientistas, formada por mulheres afro-americanas, ao ajudar o homem, durante a Guerra Fria, a chegar ao espaço. Mais precisamente ajudar a NASA, agência espacial estadounidense, a ganhar a corrida e passar a frente da agência russa.

O longa tem direção de Theodore Melfi (Um Santo Vizinho), conta com Taraji P. Henson, Octavia Spencer e Janelle Monáe nos papéis principais, e aparece listado entre os indicados ao Oscar 2017 em três categorias: Melhor Filme, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Atriz Coadjuvante para Spencer. Ademais, levou o prêmio de Melhor Performance de um Elenco em um Longa-Metragem no Sag Awards 2017 (nos últimos anos, todos as produções que ganharam esta categoria no Screen Actors Guild também foram vencedoras do Oscar de Melhor FIlme).

Estrelas Além do Tempo estreia hoje em circuito nacional.

hf-gallery-03-gallery-image

Read more

A Co-produção Franco-Canadense, ”A Bailarina”

abailarina2

A Bailarina‘, de Eric Summer e Érin Warin, traz ao público o universo do Ballet, através do sonho de uma menina órfã, chamada Félicie Milliner (voz de Mel Maia /ElleFanning), em ser reconhecida por seus talentos na dança clássica. Ambientado na Paris de 1879, a película segue as aventuras da garota e de seu amigo Victor (voz de Dane DeHaan), outro que sonha em ser um grande inventor.

A animação se vale de uma ótima técnica para captar a beleza das classes de ballet, é recheado de referências ao mundo das artes, têm uma trilha sonora diversificada, mas se desequilibra quando não emprega com precisão os links que insere. O filme chega aos cinemas nacionais nesta quinta-feira (26) e é distribuído pela Paris Filmes.

abailarina2oo7pp
Félicie (Maia/Fanning) e Victor (DeHaan) fogem do orfanato que os acolheu para viverem seus sonhos na cidade grande.

Read more

O Drama Familiar de ‘Manchester À Beira Mar’

manchester-by-the-sea-quad-pposter

Longa escrito e dirigido por Kenneth Lonegan, traz Casey Afleck totamente entregue ao papel do zelador Lee (Casey Afleck) que após receber a notícia da morte do irmão Joe (Kyle Chandler) tem de retornar a sua terra natal para preparar o funeral e dar apoio ao sobrinho Patrick (Lucas Hedges). A volta, contudo, coloca o zelador em choque com as memórias do passado e com o verdadeiro motivo que o fez partir, anos antes.

O drama teve exibição no Festival de Sundance de 2016 e é um dos primeiros filmes a ser distribuídos pelo estúdios Amazon, lá fora. No Brasil, o lançamento é da Sony Pictures e entrou em pré-estréia desde o dia 12, em algumas cidades. Porém, esta quinta-feira (19), ele chega oficialmente aos cinemas.

Com produção do ator Matt Damon que, inicialmente, iria estrelar e dirigir a película, ”Manchester à Beira Mar” ainda tem Michelle Williams, Tate Donovan, Heather Burns e Matthew Broderick no elenco.

Sem mmmm
O pequeno Patrick (O’Brien), Lee (Afleck) e Joe (Chandler) nas cenas iniciais da película.

Read more

Clint Eastwood e Tom Hanks se encontram em ‘Sully – O Herói do Rio Hudson’

sly_rl01_v04.11_grdfinal_rec709legal.00087270.tiff

Nova York nunca mais será a mesma depois do fatídico 11 de setembro de 2001, um dia que entrou para história da cidade e para memória dos norte-americanos, quiçá do mundo. Não obstante, anos mais tarde, para ser mais precisa, em 15 de janeiro de 2009, a metrópole teve um outro grande susto, contudo, este veio a se concluir surpreendentemente bem. Em especial, no que se refere a situações envolvendo aviões e seus passageiros.

Aquela história, aliás, era inusitada devido a um piloto realizar, pela primeira vez, um pouso de emergência em pleno rio Hudson e todos os passageiros sobreviverem a queda. O momento de tensão vivido por aquela tripulação foi contada no livro ‘Sully, O Herói de Hudson‘, escrito por Jeffrey Zaslow em parceria com o capitão da aeronave, Chesley Sully Sullenberger. O acontecimento intrigante foi adaptado para os cinemas pelo roteirista Todd Kormanicki e conta com a direção de Clint Eastwood. No papel principal, encontramos o consagrado ator Tom Hanks, e aparecem também no elenco: Laura Linney, Aaron Eckhart, Mike O’Malley, Anna Gun, Jamie Sheridan e Valerie Mahaffey.

O recorte traz o dia frio de janeiro de 2009 onde o capitão Chesley “Sully” Sullenberger (Tom Hanks) se preparava, junto ao seu co-piloto Jeff Skiles (Aaron Eckhart), para decolar do aeroporto LaGuardia, em Nova York. Instantes após o feito, uma revoada de pássaros atingiu as turbinas do avião. A aeronave ficou gravemente danificada e Sully considerou que a melhor alternativa era fazer um pouso forçado em pleno rio Hudson, diferentemente do que a torre de controle o indicou. A iniciativa, felizmente, foi um sucesso, pois acabou salvando todos os 155 passageiros a bordo. O capitão foi imediatamente transformado em um grande herói nacional, porém, a agência de regulação aérea dos Estados Unidos não o isentou de enfrentar um rigoroso julgamento sobre o ocorrido.

sly_rl03_v05.18_grdfinal_rec709legal.00283209.tiff

Sully (Hanks) e Skiles (Eckhart) apreensivos com a contagem dos passageiros

Read more

Elis

123elis

Considerada uma das melhores cantoras brasileiras pela revista Rolling Stone Brasil, Elis Regina foi uma mulher a frente de seu tempo. Iniciou sua carreira musical aos 13 anos de idade e não se contentou com pouco. Perambulou por diversos gêneros na música, participou de ‘n’ festivais, foi também apresentadora de programas na tevê, formadora de opinião, e é, sem dúvida, uma das artistas mais originais que já abrilhantaram os palcos deste país e mundo afora também.

Elis Regina Carvalho Costa, a pimentinha (apelido carinhoso dado à ela por Vinicius de Moraes), estourou em meados dos anos 60 e veio a falecer em 1982, de forma trágica. De lá pra cá, a cantora já foi homenageada por inúmeros ramos do entretenimento. Em 2012, seus filhos organizaram uma leva de honras ao seu trabalho com exposições, um livro e um documentário. Além disso, a vida da artista também foi parar no teatro em forma de musical. E agora a história de Elis será também contada nos cinemas pelas lentes de Hugo Prata, um experiente condutor de programas televisivos e também de videoclipes musicais.

Quem dá vida a esta estrela inesquecível é a atriz Andreia Horta (Muita Calma Nessa Hora) e também estão no elenco: Caco Ciocler, Zécarlos Machado, Rodrigo Pandolfo, Lúcio Mauro Filho, Júlio Andrade, Ícaro Silva e Gustavo Machado. O longa saiu vencedor na categoria ‘melhor filme’, segundo o público do 44º Festival de Gramado (2016), e também rendeu o prêmio de ‘melhor atriz’ para Horta. Sua estreia em circuito comercial está marcada para a próxima quinta-feira (24).

11624159
A atriz Andrea Horta faz um retrato incrível da cantora

O recorte do diretor traz Elis Regina (Horta) deixando sua terra natal, no Rio Grande do Sul, e partindo para a Cidade Maravilhosa acompanhada pelo pai Romeu (Zécarlos Machado) com o compromisso de gravar um disco, porém, os planos são adiados por um contratempo. O pai resolve levá-la então de volta a Porto Alegre, pois precisa de dinheiro, mas a moça é persistente e acaba sabendo que estão fazendo chamadas para testes de novas cantoras no Rio e convence Romeu (Zécarlos Machado) a deixá-la participar. Não demora muito e ela conhece as pessoas certas para sua carreira ascender e conquistar uma legião de fãs. Entre eles, os produtores Luis Carlos Miéle (Lúcio Mauro FIlho) e Ronaldo Bôscoli (Gustavo Machado). Elis entra de cabeça na música e se envolve não só nos festivais do ramo como também na nova onda de programas apresentados por músicos. Além disso, o espectador têm a chance de conhecer detalhes da vida pessoal da cantora, desde os seus romances, a chegada de seus filhos, sua relação com os amigos, até sua ida para a fora do país fazer turnê, o que, por fim, ocasiona um dos piores dramas enfrentados pela cantora, pois ao voltar ao Brasil sofre pressão dos militares para andar na linha.

Read more

O Contador

52764_w840h525_1476307704_a

Semana passada o longa O Contador, dirigido por Gavin O’Connor (Guerreiro), estreou nos cinemas norte-americanos e arrebentou nas bilheterias. A película arrecadou mais de vinte e quatro milhões de dólares de cara e têm tudo para continuar no topo esta semana.

Na trama, o discreto Christian Wolff (Ben Affleck) aparenta levar a vida analisando a contabilidade de cidadãos comuns através de sua empresa, a Zzz Accounting. Um belo dia, o contador é chamado pelo senhor Lamar Black (John Lithgow) para averiguar uma possível fraude no caixa de sua companhia. O erro foi descoberto pela contadora Dana Cummings (Anna Kendrick), funcionária do departamento de finanças da corporação de Lamar. Dana é indicada a prestar toda ajuda possível a Christian durante sua estadia ali, todavia, o moço prefere fazer o trabalho sozinho. Logo mais, revela-se que ele, quando criança, fora diagnosticado com Síndrome de Asperger e, por isto, enfrenta dificuldades em se relacionar com as pessoas ao seu redor.

Ao THE ACCOUNTANTmesmo tempo que tais acontecimentos se desenvolvem, o Diretor do Departamento do Tesouro Nacional, Ray King (J.K. Simmons), descobre o passado da agente Marybeth Medina (Cynthia Addai-Robinson) e a requisita para uma investigação. King está liderando uma análise sigilosa sobre os caixas de organizações suspeitas e encontrou um fator comum entre todas elas. O envolvimento com um homem misterioso que sabe tudo sobre números. O diretor ordena então que Medina rastreie o sujeito e repasse à ele todas as informações que conseguir. Dali os conflitos se desenrolam e o espectador conhece de verdade quem é Christian Wolff.

Com estreia marcada para esta quinta-feira (20), no Brasil e em várias outras partes do mundo, a produção traz drama, ação e suspense com a dosagem na medida. Ademais, o filme têm um caminhar maravilhoso e sua narrativa se revela de forma extraordinária.

Ainda no elenco, Jeffrey Tambor, como o mentor de Cristian, Francis, e também Jon Bernthal, como o assassino de aluguel Brax.

br-pub-main-one-sheet-accnt Read more

O Shaolin do Sertão Mescla Culturas e Diverte

o-shaolin-do-sertao-3_0

O ambiocioso Aluiso Li (Edmilson Filho) sempre sonhou em se tornar um forte lutador de artes marciais, quando acorda desse sonho dá de cara com sua realidade. Ele é apenas o padeiro em um negócio comandado pelo seu Zé, personagem vivido pelo comediante Dedé Santana. Seu Zé além de chefe de Li é também o pai da bela Anésia Shirley (Bruna Hamú), intenção amorosa do protagonista, contudo, esta só tem olhos para Armandinho (Marcos Veras), um cabra muito macho que não perde a chance de colocar Li em seu devido lugar.

Um dia, Li, incentivado por seu pequeno amigo Piolho (Igor Jansen) decide aceitar o desafio do grande lutador Toni Tora Pleura (Fabio Goulart) e combatê-lo no tatame. O evento é patrocinado pelos políticos da cidade e com isto Li ganha suporte para procurar o treinador perfeito. Não tendo este, ele contrata Chinês (Falcão). Um expert em frases redundantes que pode sim ajudar Li a atingir seus objetivos e se tornar um prestigiado mestre em Kung Fu, assim como os heróis de seus filmes chineses prediletos.

Essa trama alucinante tem direção do engenhoso Halder Gomes (Cine Holliúdy) e roteiro de L. G. Bayão. Também no elenco, Fafy Siqueira, Frank Menezes, Cláudio Jaborandy e Tirulipa.

A produção entra em cartaz na próxima quinta-feira (20). Read more

Divorce + Insecure: os novos seriados da HBO

Olá, você!
Olá, você!

Eu sou Felipe Castilho, correspondente especial do NUPE para os assuntos divórcio e insegurança. Por isso, tive o prazer de ir assistir a uma cabine com episódios piloto de duas novas séries da HBO, chamadas:

  • Divorce
  • Insecure

Assim, nessa ordem, numa bela manhã de terça! E é nessa ordem que você também poderá conferir as duas estreias a partir deste domingo (09/10! Tipo, hoje!!!), logo após Westworld (que ainda não vi, mas PRECISO), o que será um exercício muito interessante para botarmos os pés de volta na realidade depois de uma viagem sci-fi. Término de relacionamento, rotina destruidora de romances, constrangimento, traição, encontros furados e tretas: AH, VIDA REAL!, como diriam certos engenheiros provenientes do Hawaii.

Read more

Scroll To Top