NUPERecomenda: Melhores da Quinzena #13 e #14

SENTIMOS MUITO PELO ATRASO.

Em nossa defesa, NINGUÉM teve tempo de postar antes (eu sei, é incrível com a quantidade de pessoas no blog, mas isso acontece com frequência, como deu para perceber), mas agora estamos aqui e resolvemos juntar a quinzena que perdemos com esta quinzena, MAS ESTAMOS AQUI! 😀

Música

Dead Girl Walking – Terror Jr. : ÁLBUM NOVO DO TERROR JR, SOMENTE HINOS, EU TÔ MUITO FELIZ. A capa é horrível, mas tá ótimo e eu tô cada vez mais convencido pela teoria de que a vocalista é a Kylie Jenner.  (Vitor)

Sua Cara – Major Lazer (feat. Anitta & Pabllo Vittar): SE NÃO GOSTOU DO CLIPE “SIMPLES E NADA A VER” SAI DAQUI, POIS AMEI. (Kah)

Melhor hit, melhor vídeo. Aiiii, Pabllo 💕💕💕💕💕Anitta💕💕💕💕💕Major💕💕💕💕💕 (Bárbara K.)

EXO: Não preciso explicar como eu amo esses guris e como ter coisa nova deles todo dia é uma bênção divina para esse começo de semestre na faculdade. (Kah)

Show da Ariana: Foi EXCELENTE, eu conheci dois amigos queridos da internet e foi um dia que me deixou MUITO realizada no geral. (Nath)

LOYALTY. FEAT RIHANNA. – Kendrick Lamar: DEUS ABENÇOA ESTE HINO. AMÉM. (Val)

Caçamba Fashion – Ellen Milgrau: Pra quem conhece a versão brasileira do programa “Ridiculousness” que passa na MTV logo, logo vai reconhecer a modelo Ellen Milgrau nesse vídeo altamente hilário do seu primeiro single. A modelo lançou a música como uma brincadeira e tá abalando as estruturas e também as caçambas do Brasil. Divertidíssimo e uma das melhores opções pros hits #guiltypleasure da sua videolist. (Bárbara K.)

Pleasure – FEIST: Sen Hor! Como eu senti falta desta mulher!!! Pleasure não tem nada de muito novo do som que ela usualmente faz, mas traz canções lindas e melancólicas que vão te fazer deixar o disco no modo loop. Ah, e a última música de trabalho Century ganhou um clipe com a participação da atriz de Orphan Black, Maria Doyle Kennedy, e rola um duelo maravilhoso de dança entre Feist e Maria.  (Bárbara K.)

Livros

First & Then, Emma Mills: é uma adaptação YA de Orgulho e Preconceito, um pouco combinado também com Friday Night Lights. O livro é adorável e eu estava sem curtir tanto um livro YA há alguns meses. (Nath)

My Not So Perfect Life, Sophie Kinsella: o livro conta a história de Katie Brenner. Ela se mudou para Londres para trabalhar e ela tenta manter um perfil de vida no instagram que é bem diferente da vida que ela está vivendo realmente. O livro tem um monte de momentos engraçados e também uma reflexão interessante sobre como nós vemos a vida de outras pessoas e, claro, a nossa própria. (Nath)

De Todos os Motivos – Vitor Castrillo: UM HINO EM FORMA DE E-BOOK. (Mareska)

SIIIIM! O NOSSO VITOR LANÇOU UM E-BOOK E ELE ESTÁ MARAVILHOSO. VOCÊS PODEM COMPRAR À VONTADE NA AMAZON. (Val)

Séries/Animes/Filmes

The Bold Type: É uma série da Freeform que conta a história de três amigas que trabalham numa revista feminina bem famosa, chamada Scarlet. Kat é a responsável pelas redes sociais, Jane acabou de se tornar uma repórter e Sutton é uma assistente que deseja subir de cargo na empresa. É uma série leve, que aborda assuntos importantes de maneira simples e a amizade entre as protagonistas é EXCELENTE. As músicas da série são igualmente excelentes. (Nath)

I’m Sorry: A série conta a história de uma comediante, Andrea Warren. A temática abordada é a da sua vida familiar e apesar de só ter dois episódios, eu achei ambos muito divertidos. (Nath)

Castlevania: Apesar de não estar na língua universal dos animes (japonês), Castlevania está ótimo. Tem muito sangue gratuito? Tem. Demora um pouquinho para pegarmos no ritmo? Sim. A gente sofre porque só tem quatro episódios? Com certeza, mas ainda assim é muito bom! (Val)

GlowClaro, outra série maravilhosa da Netflix que deixa você batendo palmas a cada instante. Curtinha, empoderada e com ótimos personagens o show retrata o começo e o desenvolvimento de um programa de tevê, durante os anos 80, onde atrizes vão se digladiar para entreter os lares estadounidenses. Um show de lutas à la os que o Hulk Hogan fazia. Mas aí entram os dramas pessoais de cada uma. O diretor piradão, óbvio, e o produtor estiloso que depende do dinheiro da mamis pra bancar seus sonhos. Também temos a cantora Kate Nash no elenco e a moça está atuando muito bem por sinal!! Não há em si uma personagem central, pois todas as mulheres ganham espaço, contudo Ruth Wilder, vivida pela talentosa Alison Brie de Community, é quem, de certa forma, lidera grande parte das cenas. O show tem autoria de Liz Flahive e Carly Mensch. (Bárbara K.)

Younger: a série já está na quarta temporada, mas continua com discussões interessantes. Nesse caso em especial, a discussão foi sobre livros de romance. Charles sente que os livros do gênero, apesar de serem super bem vendidos, ainda carregam um estigma, não só por causa dos homens, mas também por parte das mulheres. É uma discussão interessante e importante, porque acredito que muita gente ainda vê romance e também comédias românticas (quando estamos falando do mesmo gênero no cinema) como algo bobo e idiota, porque tem um público bem feminino, com protagonistas femininas também.

“Homens decidem que romance é bobo e mulheres se sentem envergonhadas de ler”

A discussão continuou no episódio seguindo, quando o pessoal da editora estava decidindo em uma pessoa para escrever livros usando o nome da mais famosa autora de romances da Empirical. Uma candidata apareceu com a ideia de que os romances não precisam ter finais felizes, que precisam ser realistas, etc e eu achei que por um momento iam decidir por esse caminho, mas depois Liza diz para Charles que esperar por um final feliz é uma coisa boa. Outra discussão interessante sobre um aspecto diferente do gênero, algo que me lembrou essa thread ótima (https://twitter.com/TessaDare/status/886292349524918272) da Tessa Dare no twitter. (Nath)

Homem-Aranha – De Volta ao Lar: Eu sei que vou falar o que todo mundo tá falando, mas o Peter do Tom Holland tá maravilhoso e este filme é 10/10! Melhores cenas pós-créditos da marvel!! AH! E QUERIA MANDAR MEU AMOR PARA A ZENDAYA QUE ESTÁ MARAVILHOSA.  (Val)

Boku no Hero Academia: confesso que não estava muito empolgada para ver este anime apesar da Barbarella estar falando para eu assistir desde o ano passado, porque… Sei lá, o porquê, hahahaha. MAS, PORÉM, CONTUDO, TODAVIA, FINALMENTE ASSISTI E FAZIA TANTO TEMPO QUE EU NÃO ASSISTIA UM ANIME QUE ME FAZIA GRITAR DE EMPOLGAÇÃO E TER AQUELES SENTIMENTOS QUENTINHOS DE TORCER PARA QUE TUDO DÊ CERTO PARA O PROTAGONISTA, SABE? (Eu grito com vários animes, é verdade, mas normalmente grito porque alguém foi burro ou é um daqueles animes que fazem sua mente explodir com as reviravoltas e revelações). (Val)

The Return of the Superman: É um programa coreano de pais famosos que precisam cuidar dos filhos sem a presença das mães (é maravilhoso que a maior parte dos pais são totalmente perdidos) que já acompanho há uns bons anos, mas que parei de ver um pouco desde que os trigêmeos saíram, mas voltei a assistir e toda hora tenho crise de AHSIUAHDIUAHSDSAUDHIAUSH com as crianças, principalmente com o Seungjae (se eu tivesse um filho, queria um igualzinho a ele). Uma coisa muito boa do programa é que sempre tem ator e idol famoso fazendo participação e é ótimo (KANG DANIEL VAI NO PRÓXIMO EPISÓDIO #PAS) !! Dá para assistir os episódios pelo youtube porque a KBS World disponibiliza com legendas (em inglês) e tem no Drama Fever também! (Val)

Maratona de Comédias Românticas: Nesse último final de semana da quinzena e de julho, fizemos uma maratona de romcom no rabbit entre as amigas e o agora estou MALS, porém feliz. (Kah)

Outros

FLIPOP: Foi incrível e eu nem sei como descrever além de “parecia o twitter na vida real”, cheio de gente incrível conversando as melhores coisas. (Tassi)

FLIPOP MELHOR COISA QUE ACONTECEU EM MUITO TEMPO. (Mareska)

Episódio da Victoria Schwab do podcast 88 cups of tea, da Yin Chang: a Victoria fala sobre livros e a vida, entender sua sexualidade quando mais velha, família, aceitação, privilégios, ENFIM, ESCUTEM.  (Tassi)

Caçamba Fashion – Ellen Milgrau: Pra quem conhece a versão brasileira do programa “Ridiculousness” que passa na MTV logo, logo vai reconhecer a modelo Ellen Milgrau nesse vídeo altamente hilário do seu primeiro single. A modelo lançou a música como uma brincadeira e tá abalando as estruturas e também as caçambas do Brasil. Divertidíssimo e uma das melhores opções pros hits #guiltypleasure da sua videolist.

“Dieta” LowCarb: essa semana decidi comer direito e seguir a vida de comida sem excesso de carboidratos e leite. Tá sendo bem difícil, mas eu tô adorando cozinhar minha comida do zero e já sinto diferença no meu próprio corpo. Não tô fazendo para emagrecer ou ser #fit, tô fazendo por ser melhor pra mim e diminuir carboidratos e açúcar é o único tratamento de verdade para Síndrome dos Ovários Policísticos. Mas acredito que seja para todo mundo, porque é impossível não ver como a gente come mal depois de seguir as coisas dela. (Kah)


Então foi isso! Com muita sorte a gente aparece na data certa com o próximo “Melhores da Quinzena”!! <3

1

Comentários
Val

A Rainha do Contra e das Reclamações. Quando não está discordando ou reclamando da Vida, do Universo e Tudo o Mais, pensa em como sobreviver à uma invasão zumbi. Toma banhos iluminadores e protege o mundo das Temíveis Criaturas que Vivem em seu Quarto.

  • prih

    Pessoal, façam um post indicando bons podcasts, por favor!

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *