Litbaits: um jeito diferente de incentivar a leitura de clássicos

“Um clássico da literatura.” Você já deve ter escutado essas palavras em alguma aula de Literatura que provavelmente te fez bocejar. Convenhamos: na maioria dos casos, o jeito de se estudar Literatura nas escolas não é algo muito interessante. Na verdade, até costuma desencorajar o jovem à leitura de obras clássicas, que logo são interpretadas como chatas, maçantes, inacessíveis ou cansativas. Aquela velha leitura forçada que termina com um: “não entendi nada.” Às vezes, a pessoa até gosta de ler – como eu –, mas – como eu – não consegue controlar o tédio quando é apresentada pela primeira vez a livros que tem a “obrigação” (escolar ou moral) de ler.

tumblr_nv9jmkL7Ca1s6ayelo1_500

É aí que entra a estratégia da livraria The Wild Detectives, dos Estados Unidos: eles usaram a internet como uma forma de despertar a curiosidade sobre obras clássicas. Como? Usando clickbaits – ou, nesse contexto, litbaits (lit = literária; bait = isca) que redirecionavam o leitor a textos integrais de obras em domínio público. Basicamente, transformando livros clássicos em manchetes sensacionalistas que acabavam gerando interesse nos curiosos.

Segundo a livraria, a campanha aumentou o tráfego no site em 14.000% (!!!) e a interação em redes sociais aumentou 150%. Quer saber quais foram as litbaits que eles usaram? Aqui vão algumas (em tradução livre):

  • “Esta adolescente fez o namorado cometer suicídio”

(Romeu e Julieta, William Shakespeare)

  • “Inglês morre depois de selfie que deu errado”

(O Retrato de Dorian Gray, Oscar Wilde)

  • “Médico alemão se torna o primeiro a realizar transplante de corpo”

(Frankenstein, Mary Shelley)

  • “Nova droga sintética está transformando londrinos em maníacos violentos”

(Dr. Jekyll e Mr. Hyde, Robert Louis Stevenson)

Veja abaixo o vídeo da campanha!

Genial? Infame? Seja como for, isso me fez pensar em como seriam as litbaits de obras clássicas da literatura brasileira… (Clique nos títulos das matérias para descobrir os livros.)

tumblr_nuq4br3JiR1romxveo1_500

bf654bf6bb47fadcf048684cec0ddba1_rica-meme-eu-sou-rica_400-245

Conseguiu acertar algum? Que outras chamadas sensacionalistas poderiam apresentar um clássico da literatura que não falamos aqui?

Comentários

Uma ideia sobre “Litbaits: um jeito diferente de incentivar a leitura de clássicos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *