Vamos falar de um assunto sério: whitewashing [Parte 1]

Whitewashing é a união das palavras em inglês white (branco) + wash (limpeza) e tem muitos significados, como “produto que deixa mais branco” ou “absolver da culpa”. E, mais recentemente, foi colocado um novo significado na palavra: “fazer limpeza étnica em um personagem fictício ou histórico, transformando-o em uma pessoa branca”. 

E é nesta última interpretação que quero focar.

separar
“OK, então você sempre separa seus claros dos seus escuros”

Expliquei o que é o termo porque é importante que todos saibam o que é o whitewashing e entendam os motivos desse ser um assunto sério que precisa ser discutido, mas que infelizmente quase não se fala sobre.

Nós vivemos em um mundo em que teoricamente, na maior parte dele, todas as etnias, independente da cor ou da religião, têm os mesmo direitos e recebem o mesmo tratamento, certo? Bom, teoricamente, sim, nós vivemos nesse mundo perfeito, mas na prática? Me dói dizer, mas não, não vivemos. E essa discrepância fica ainda maior com o whitewashing, que é uma forma horrível e silenciosa de racismo que desvaloriza todas as outras etnias que não sejam caucasiana.

E, olha, tenho que dizer que, definitivamente, este é um método muito efetivo de racismo, porque está tão intrínseco na nossa sociedade e é tão comum de acontecer que a gente deixa passar quase que despercebido (incluí eu e você, leitor, porque não somos perfeitos e cometemos erros).

O whitewashing se manifesta com coisas pequenas como naqueles comerciais de fralda em que os bebês são sempre branquinhos com grandes olhos azuis; naquelas adaptações de livro em que o protagonista deveria ter uma pele mais escura ou olhos puxados, mas colocam uma ator caucasiano no lugar; naqueles desenhos em que as princesas em sua maioria são brancas (deus abençoe A Princesa e o Sapo, Mulan – apesar dela não ser uma princesa – Aladdin Pocahontas por mostrarem que as princesas podem ser de diversas etnias); naquelas capas de livros em que o protagonista sempre é caucasiano quando na descrição, ele claramente não é, e; até mesmo naquelas imagens de Jesus Cristo em que ele sempre é retratado com a pele branca, olhos azuis e cabelos castanho-claros.

Perceberam como são coisas que são tão corriqueiras que nem estranhamos o que deveria ser estranhado e questionado constantemente?

A desculpa que sempre dão para o whitewashing é que se não tiver um caucasiano representando, ninguém quer saber, ninguém quer comprar, ninguém que assistir, ninguém quer usar. Sinceramente? Essa é uma das maiores mentiras que já escutei e tenho exemplos para provar: A Lenda de Aang A Lenda de Korra são um dos desenhos mais populares que existem e os protagonistas têm a pele escura* Academia de Vampiros é uma das séries de livros mais amadas que há e a protagonista tem feições árabes, Quem quer ser um milionário? um filme ganhador de vários prêmios internacionais de cinema e protagonizado por indianos.

Muitos não têm ideia do quanto essa mentira desse racismo disfarçado pode afetar a vida de uma pessoa de uma etnia diferente, seja ela asiática, negra, indiana, indígena, miscigenada, latina. 

Antes de fazer esse post, dei uma lida em vários posts sobre whitewashing para juntar exemplos de whitewashing em adaptações de filmes e capas de livros e vi relatos de como isso afetou a vida de algumas pessoas e o que mais me marcou foi o da garota que disse que passou a maior parte da infância acreditando que ela NUNCA poderia ser uma princesa porque ela era negra e não existiam princesas negras.

Para essa garota eu digo: você pode ser uma princesa, sim. Não importa sua cor ou o formato dos seus olhos.
Para essa garota eu digo: você pode ser uma princesa, sim. Não importa sua cor ou o formato dos seus olhos.

Quão distorcido é esse nosso mundo em que uma criança pensa que nunca poderá ser uma princesa por não ser suficientemente branca?

O problema do whitewashing não é apenas a desvalorização, é também a exclusão e o sentimento de inferioridade que ele cria entre pessoas de etnias não-caucasianas. O problema do whitewashing é que ele é intrínseco e discreto na nossa sociedade, que a gente simplesmente não percebe o problema e tem gente que acredita que isso é apenas exagero de pessoas radicais. Quando no quão silencioso é esse tipo de preconceito, não consigo evitar de lembrar daquela dito famoso, “O maior feito do diabo foi fazer com todas as pessoas acreditarem que ele não existe”. 

Não é certo e não deveria ter esse tipo de desvalorização étnico nunca.

Precisamos propagar e glorificar a beleza da diversidade cultural, porque é simplesmente maravilhoso entender o outro e aceitá-lo com ele é, não importa a cor da pele, a cor do cabelo, a cor dos olhos, o formato dos olhos, se ele é alto ou baixo, ou se ele gordo ou magro, onde ele mora.

Mas quando penso no whitewashing, não consigo deixar o pessimismo de lado: sinto que estamos assustadoramente longe de acabar com ele.

"Isso me deixa tão irritado e triste, tudo ao mesmo tempo"
“Isso me deixa tão irritado e triste, tudo ao mesmo tempo”

(eu queria ter colocado os exemplos de whitewashing nas capas de livros e nas adaptações de cinema, mas o post ficaria muito grande, então eu o dividi em duas partes, sendo a próxima apenas os exemplos! :D)

*Para acabar com a confusão que está tendo, modifiquei “negro” por “pele escura” já que está tendo uma discussão muito grande sobre o fato deles viverem em um mundo diferente do nosso.

Comentários
Val

A Rainha do Contra e das Reclamações. Quando não está discordando ou reclamando da Vida, do Universo e Tudo o Mais, pensa em como sobreviver à uma invasão zumbi. Toma banhos iluminadores e protege o mundo das Temíveis Criaturas que Vivem em seu Quarto.

  • Lívia Martins

    É tão intrínseco que, se em um livro, até que o autor mencione características físicas, geralmente se acredita que o personagem seja caucasiano, como um "padrão". E se ele diz que "fulano é negro", a gente até comemora com "olha, legal, o autor escreveu um personagem negro". Quando deveria ser algo tão comum a ponto de não precisar uma exclamação :)

  • Mary

    A Lenda de Aang e A Lenda de Korra os protagonistas NÃO SÃO negros. São orientais e inuítes. De resto, o texto está ótimo. o/

  • Val

    Mary, a Katara, o Sokka e a Korra são negros e protagonistas. Eles podem até ter aacendência oriental, mas eles têm a pele negra =O Mas de qualquer forma, que bom que você gostou do texto! ;)

  • Priscila

    Meses atrás eu pedi no tumblr do NUPE para fazerem um post com esse tema, e não sei se fizeram por eu ter pedido ou não, mas obrigada <3

  • Felipe Fagundes

    Dia desses eu estava reparando no quão difícil é encontrar uma criança negra nos comerciais de brinquedos. Tipo, 1 em 100.

  • Priscila

    Eles não são inuits. Os autores não fizeram nenhuma raça parecida com a que conhecemos, todas são uma mistura, justamente porque queriam evitar esse tipo de coisa. É um mundo inventado, com raças inventadas, e sim eles são negros.

  • Val

    Exatamente! Não deveria ser incomum um personagem ser negro ou árabe ou asiático ou índio ou indiano, a gente vive em um mundo com tantas pessoas diferentes, por que isso deveria ser surpresa? Outra coisa que também me irrita sempre é quando o personagem sai do "estereótipo" (por que diabos existe uma generalização dessas??) e as pessoas ficam "WOW! Que personagem diferente! onde já se viu asiático sem uma mega inteligência?!". Nesse mundo de estereótipos, se o persogam é árabe, ele é terrorista, se é indiano, ele têm conselhos sábios, se é asiático, necessariamente ele tem que ser hiperinteligente. Todo mundo deveria parar de viver nas próprias caixinhas e tentar colocar uma etiqueta nos outros e uma etiqueta com o valor delas no mundo.

  • Val

    SIIIIM!!! Foi um dos motivos!! ;) Era um assunto que nós do NUPE queríamos falar há um tempo e seu pedido no tumblr deu um empurrãozinho :) MUITO OBRIGADA por ter mandado o pedido!! Confesso que eu nem sabi daquele negócio da capa de White Cat e está na parte dois \o/

  • Mary

    Negros de olhos azuis? Os únicos mais negros são os dobradores de água, e mesmo assim a única característica mais negra é a pele. Os olhos sempre são claros. E dobradores de ar e de terra são inspirados em orientais sim. Do fogo com características mongóis, inclusive. O que a Pricila disse ali em baixo é o mais correto, não são de nenhuma etnia pq é um universo de fantasia, mas não, não são negros. E isso não é só em relação a cor da pele, tbm tem relação a como os povos são governados e suas culturas, dependendo de onde veio a inspiração para cada nação.

  • Priscila

    Sim, existem negros de olhos azuis... E como eu disse, eles são inspirados em várias etnias, mas não são exclusivamente de nenhuma. Qual o problema em admitir que a pele deles é escura, é negra? Eu hein... e isso em um post sobre whitewashing, sinceramente não dá pra entender.

  • Mary

    Só acrescentando, já que inuites tbm não tem olho azul. Um dos motivos pela comparação não é só em relação a cor da pele, mas tbm ao tipo de cultura daquele povo, que encaixa quase perfeitamente na forma de vida da tribo da água. Mas enfim, os criadores já falaram várias vezes que não é nada específico e sim a mistureba toda de culturas orientais etc.

  • Mary

    Em que momento eu não admiti que a pele deles é escura? Só cita a parte em que eu disse isso no meu texto, por favor. Inuites são brancos por acaso?

  • Priscila

    Vou copiar e colar a mesma coisa que disse no link do post no facebook: "Mas você não pode pensar assim, comparando com o que vemos no nosso mundo, mesmo que algumas coisas tenham sido inspiradas. Entende? Acho engraçado virem negar a cor da pele dos personagens, dizendo (e estou copiando do comentário no blog) 'os protagonistas NÃO SÃO negros'. Seria a mesma coisa de eu dizer: os protagonistas NÃO SÃO inuits porque não tem olho puxado! Ou: os protagonistas NÃO SÃO inuits porque inuits não tem olhos azuis! Mas não, vieram reclamar porque a autora do post disse que eles tem a pele negra, e mesmo a cor deles no desenho sendo ESCURA vocês negam isso. Como já disse, não adianta comparar com raças porque parecem e bla bla, já que é um mundo de fantasia, nada a ver com o nosso. Não falei que a cultura dos personagens parece a AFRICANA, e sim que a pele é escura, ou seja, é negra. Sabe, acho que deveriam reler o post... Sério. Sério mesmo, releiam."

  • Nathália Cristina de Freitas Campos

    Pri, eu mandei a sua mensagem pras meninas e a Val já tava com esse projeto, olha que máximo :) aliás, que post excelente! ♥

  • Yasmin MR

    Já viu esse vídeo? http://www.youtube.com/watch?v=tkpUyB2xgTM É de partir o coração, é também um grande exemplo de whitewashing (antes desse post, eu não tinha conhecimento dessa palavra e aposto que muita gente também não tem)

  • Thaís

    Eu sempre me chateio com os livros que leio, porque por mais que a ideia seja genial, não tem um único protagonista que fuja do padrão caucasiano. E quando isso vem de um escritor brasileiro, me entristece mais ainda. Parece que eles querem a todo custo esquecer que a nossa população é loucamente miscigenada, e descrever uma pessoa completamente europeizada foge totalmente do padrão. Tipo Pedro Bala, de "Capitães de Areia". Se me lembro bem, Jorge retrata ele como loiro, mas isso é algo que não engulo (por isso que eu amo o filme retratando ele como mulato!). Outra coisa interessante que acabei de lembrar é que no Colégio em que eu estudava no Ensino Médio, todos os anos eles selecionavam alguns alunos pra aparecerem nos comerciais. Adivinhem? Nenhum negro! Pegavam os alunos brancos ou com os traços mais caucasianos possíveis! O mais escurinho era, sei lá, da cor de Cléo Pires. Não era nem pela cor, mas pelos traços, como se ter o nariz mais achatado ou os cabelos mais crespos não fosse bom pra representar a escola. Adorei o post, se eu lembrar de mais algum exemplo venho comentar! Bjs

  • Paulinha

    Fiquei indignada com o whitewashing que a Katara e o Sokka sofreram naquele maldito filme! Não consigo enxergar qual é o ponto de se fazer isso (se é que existe um ponto)! Como você falou no post tem pessoas que acham que reclamar disso é exagero, já vi até gente falando que quem reclama que é realmente o preconceituoso por não aceitar os personagens brancos O_o A questão é que isso tem a ver com representatividade (e, olha só, não existem só pessoas brancas!), portanto inserir personagens negros, asiáticos, etc...faz com que muito mais pessoas se identifiquem com aquilo e não se sintam excluídas, como no caso da garota que achava que princesas negras não existiam :~~ Belo post Val, quero muito ver o próximo com os exemplos!

  • Priscila

    Só vou falar mais uma coisa, para quem possa estar lendo isso sem entender nada: Eu pedi, meses atrás, para o pessoal do NUPE (meu blog preferido) fazer um post sobre whitewashing, algo que lidamos diariamente e não vejo sendo discutido com frequência. Quando comentei sobre isso no tumblr do NUPE, disse do preconceito que as pessoas tem não só com negros, mas com personagens orientais, e de qualquer outra raça que não seja caucasiana. Imaginem como fiquei ao ver pessoas discutindo no post e facebook sobre a impossibilidade de um personagem de desenho animado, que vive em um universo inventado, ser negro, mesmo tendo a pele escura. O que eu quis dizer o tempo inteiro é: Gente, sério mesmo? É um desenho e sim, tem inspirações orientais e de outras culturas, mas por que é impossível que esses dois personagens principais sejam negros? É uma cultura inventada, não adianta comparar com o que vemos no nosso mundo. Os próprios autores disseram que é uma mistura de várias culturas e raças, mas uau, que absurdo falarem que o personagem é negro! Isso é (e citando o comentário feito no facebook do blog pela usuária Maria) blackwashing! Isso, essa discussão toda, é só mais um exemplo de como o preconceito pode ocorrer de maneira “velada”, sem nunca admitir o que é. Que o blog continue com as postagens sobre o tema, e que mais discussões ocorram, porque na minha opinião o errado é ver algo assim e ficar calado.

  • Arthur Duarte

    Texto muito interessante (eu sempre traduzo whitewashing para 'branqueamento'). Me lembrou esse vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=wQk17RPuhW8 Conhecia o termo por causa do blog "Chronicles of Harriet", de um escritor negro de steampunk (que ele chama o que escreve de steamFUNK, muito legal). Abraços

  • João Santana

    De acordo com o Dicionário Merriam-Webster: whitewashing : an act or instance of applying whitewash. whitewash : 1 :  to whiten with whitewash. 2 a :  to gloss over or cover up (as vices or crimes). b :  to exonerate by means of a perfunctory investigation or through biased presentation of data. 3 :  to hold (an opponent) scoreless in a game or contest. Qualquer outro uso da palavra whitewashing é neologismo.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *