Nem Um Pouco Épico

Feliz e Praticando o Bem (Ou Não)

O mundo… é meio esquisito. Digo, as provas estão em todos os canto: no século XVI a rainha Elizabeth I criou o cargo Abridor Oficial de Garrafas (na época a Marinha britânica estava jogando no mar garrafas com mensagens sobre a localização do inimigo e coisas e tal, e abrir garrafas era meio que coisa séria – você podia encarar pena de morte se abrisse simplesmente porque estava a fim!); a Mauritânia foi o último país a abolir a escravidão (1981!) (a primeira tentativa foi em 1905, mas aparentemente não surtiu muito efeito) (e a de 81 também não parece ter afetado lá muito profundamente – vide essa notícia de 2007); existem pessoas que ainda veem Gossip Girl; o GIMP já me mandou seguinte misterioso aviso: “MENSAGEM IMAGEM GIF – atraso inserido para impedir uma terrível animação transgênica sugadora de CPU do mal” (é verdade!); e…

E há 193 criaturas no mundo que acham que o seguinte comentário merece um joinha:

Ah, senhoras e senhores, a nostalgia! Um negócio meio louco. Como saber se suas memórias estão sendo envolvidas por um ar fantasioso e brilhante e não muito realista? Pode ser meio difícil de descobrir, mas quase certeza de que o Alerta Nostalgia (provavelmente já desenvolvido por algum cientista brilhante, quem sabe o Walter Bishop?) nos diria que qualquer frase envolvendo a afirmação de que qualquer um que que cresceu vendo Dragon Ball Z é feliz e pratica o bem é… é… é provavelmente a nostalgia falando, pessoal.

te ensinou a ser feliz e praticar o bem <3

O que nos leva a dilemas ainda mais COMPLEXOS. Exemplo: ver hoje em dia algo que você adorava quando era criança é reimersão no Doce Mundo Infantil OU convite para a desilusão (“… não é tão bom quanto era em minha mente. NA VERDADE, ACHO QUE MEIO QUE É HORRÍVEL? TODA MINHA VIDA NÃO FAZ MAIS SENTIDO!”)?

… Por algum motivo, eu resolvi rever Digimon. E quando digo “algum motivo”, quero dizer “minha amiga me deixou com a abertura da terceira fase ficasse grudada na minha mente – QUERO SER O MAIOR DE TODOS, O LENDÁRIO SONHADOR!1111111~~~ -, e isso me fez pensar na primeira fase e em como era divertida e, hm, muito mais legal do que Pokémon em qualquer momento de sua história de animação. (POLÊMICA? Porque, cara, era um grande debate na segunda série, Pokémon vs. Digimon.)

E rever está sendo demais! Pode não ser genial (e pra falar a verdade, geralmente corro de coisas que pessoas alardeiam usando esse adjetivo? É O ADJETIVO MAIS PERIGOSO DA GALÁXIA), mas algumas coisinhas nos episódios realmente me chamam a atenção. O visual da Ilha Arquivo sempre me deixa meio empolgada – a atmosfera meio esquisita, a inserção de objetos do nosso mundo! E o Gomamon é a criaturinha mais adorável do mundo! E realmente gosto de como o grupo de crianças interage entre si! E para alegria extra, ainda há o imaginário jogo Encontre Significados Profundos em Tudo, que consiste em tentar enxergar novas mil camadas na história, e sempre acaba sendo ridiculamente engraçado (você pode praticar o ESPeT – siglas não dão um ar importante? – em qualquer coisa, por sinal, não só um anime que você adorava!).

Mas o fato de eu continuar achando Digimon legal tem algo a ver com Ben 10 (o desenho mais citado em comentários nostálgicos, geralmente em frases como “POBRES CRIANÇAS DE HOJE QUE CRESCEM COM BEN 10“)? Não! Eu nunca nem vi um episódio inteiro de Ben 10. Pode ser incrível, fantástico… ou não. Mas não é porque não passou nos anos 90 ou na primeira metade dos anos 2000 que significa que é uma droga.

E provavelmente está incentivando a imaginação de um monte de crianças que, sei lá, ficam imaginando novas formas para o Ben. OU ALGO ASSIM.

E apesar de eu não pode falar de Ben 10 pela minha falta de conhecimento, posso dizer que, ei, existem alguns desenhos atuais que realmente me divertem (e me incentivam a praticar o bem e ser feliz). Tipo Justiça Jovem. E Hora da Aventura. E, ok, ok, foi cancelado ano passado, mas PRECISO CITAR: Titã Simbiônico, de que sinto falta ardentemente!

Então. Talvez as pessoas devessem se preocupar menos com a falta de animação de qualidade (na opinião delas).

E mais com o fato de que, sei lá, talvez elas estejam se tornando adultos chatos e amargos.

Comentários

About Trash

Eu sou um ser humano. Eu gosto de algumas coisas. Vamos ser amigos, blablablá, etc. No twitter: @thetrash

9 thoughts on “Feliz e Praticando o Bem (Ou Não)

  1. “Os (as) ____________________ do meu tempo eram muito melhores!”(complete o espaço com músicas, quadrinhos, filmes, desenhos, etc). SEMPRE vai ter alguém criticando o que é feito hoje pra falar que “eu sim tive infância”, graças aos (às) ______________ do meu tempo, que hoje não existem mais! Mas até que é válido. Se as pessoas chatas e amargas não tiverem do que reclamar, sobre o que elas vão conversar entre si? Então façamos um chato feliz e deixemos ele reclamar. Meu primo discute até com a porta (17 anos biológicos/ 89 anos mentais).

  2. Pessoa, desculpa dizer isso, mas o blog de vocês já foi melhor, era o meu preferido :/ Parece que vocês tem desanimado com posts, ou estão sem idéias… também mal andam fazendo resenhas de livros. Poderiam fazer mais indicações também, que tal falarem sobre algumas séries antigas que são legais? Sobre algumas curiosidades? Sobre boatos de filmes/séries que estão por vir, qualquer coisa! Animem isso aí, poxa. Acho que não sou só eu que estou achando o blog diferente, reparei que os comentários diminuíram, eu mesma parei de comentar.
    Espero que não se ofendam, é só uma sugestão

  3. Gimp <3
    Hahahahahha
    É, essa coisa de 90s were all that já tá enjoando MUITO! Ben 10 é até que legalzinho viu…
    Ao contrário de Digimon.. hahah Achava TÃO chato!! Preferia Pokemon mil vezes (e sim, era uma discussão barra pesada essa..).
    E, sério, alguns desenhos que passavam naquela época ainda passam hoje, e crianças os assistem e são formadas por eles. Essa história de que crianças de hoje em dia não veem programas ditos "de qualidade" é a maior balela que existe! (Ainda mais porque algumas delas assistem o mesmo que nós assistíamos quando crianças o.o)
    Sinceramente, acho que os desenhos de hoje são bem parecidos com os desenhos de 10 anos atrás. O que mudou foi só a geração. E vamos combinar que essa nossa é do tipo Peter Pan, que deseja nunca ter crescido.
    E dizer que os desenhos lançados hoje são ruins é ridículo! Acabei de ver na internet que esse ano vão lançar Avatar: A Lenda de Kora, que conta a história da "avatar" depois do Aang. Me deu uma vontade de baixar *———*

  4. Carolina, eu estou ciente da queda na quantidade/qualidade dos posts e estou fazendo o que posso para remediar isso. Quanto a resenhas, não acho que as quantidades diminuíram, pelo contrário. Antes tinhamos uma resenha de livro por semana e olhe lá, e agora estou segurando elas para saírem em no máximo duas ou três por semana. Fora isso, eu mesma sinto falta de fazer posts engraçados com sugestões legais… Só que sozinha eu não consigo fazer tudo. Se você reparar, há seis meses atrás, havia eu, a Cherry_B e a Dayse postando direto, com alguns posts da Val. Hoje, os posts são basicamente meus, com um ou outro das meninas. A Dayse e eu começamos a trabalhar, em adição a Faculdade que já fazíamos, e a Cherry_B entrou no ensino médio, com essa determinação (meio maluca) de estudar todos os dias. Isso praticamente extinguiu o tempo dela.
    Eu faço o que posso para tentar trazer posts diferentes, mas ultimamente está cada vez mais difícil. Com o tempo escasso, fica difícil fazer as resenhas que tenho pendentes (são oito. São sempre oito) e sentar e escrever um post. Aliás, até ter ideia anda difícil… :/
    Eu sinto muito por isso e por vocês estarem percebendo isso. Situações assim já aconteceram antes, mas sempre consegui manter as coisas. Dessa vez, está muito difícil.
    Também não quero abrir para colunistas/etcetc porque acho que isso empobrece mais ainda o conteúdo do blog. Como eu sempre disse, o Blog é aberto para os leitores: eles podem sugerir assuntos, enviar posts, etc. Pode até demorar, mas eventualmente o que vocês me enviam vai ao ar 🙂
    Sobre os comentários, muita gente que eu conheço e conversa comigo pelo twitter parou de comentar porque TAMBÉM está com a vida corrida. Parece que 2012 não está sendo gentil com as pessoas :/
    (E eu acho que vocês terem que fazer uma continha para poder comentar também afasta as pessoas :P)

  5. Eu queria saber onde existe esse poço infinito de nostalgia de onde as pessoas tiram a necessidade de sempre afirmar que tudo da sua infancia é melhor que hoje e que as crianças de hoje são mais infelizes do voce algum dia foi, se foi, né? Isso tudo é uma chatice. Tentar provar isso pra que e pra quem? Não tem o menor propósito.
    Digimon > Pokemon, sempre achei UAHSUH

  6. Ah, mas vamos combinar que existem algums coisas que eram melhores antes, como por exemplo a Sessão da Tarde, onde antes passava De Volta para o Futuro (agora abandonado as madrugadas e Corujão, um absurdo, é fato), e os filme do Hughes, passam uns filminhos. è claro que não é sempre, vez ou outra eles voltam, mas cada vez menos.
    E eu sinto saudades do etmpo em que podia ir no barzinho da esquina com 1$ e fazer a festa.. muhauauauauha
    E digimon eh melhor que pokemon, pelo fato de que tem um final, pq ate hj o ash ainda nao virou um mestre, e tb nao me conforme de ele ter deixado o charizard, o suirtle e o bulbasauro pra tras! Safadesa Ash! Huahahaha

  7. Nostalgia é um saco, mas é divertido rsrsrs As pessoas ficam falando que tudo era melhor pra esquecer dos problemas da vida adulta, acho. Não sou dessas (de achar que tudo era melhor), mas sou bem nostálgica.
    Mas comentei mesmo só pra dizer que: DIGIMON! Nunca assisti pokemon pq ñ pegava record na minha casa na época, mas eu enchia a boca pra falar que Digimon era melhor hahaha Só vi as “temporadas” 1 e 2, na globo, depois ñ sei se parou de passar ou se o horário ñ dava pra mim. acho q é o único anime q posso falar q era fã, via outros q passavam na globo só por ver mesmo.
    Quase ñ vejo desenho hoje, mas menção honrosa pra Adolepeixes, que me mata de rir huahuahua

  8. Young Justice é um vício =/

    Não chego a ser adulta (mentira, tecnicamente eu sou), mas sou meio amarga e definitivamente chata. Na verdade, chata eu sempre fui. Vai ter algum artigo follow up dando dicas de como evitar esses tristes destinos?

    (:

  9. Uau, eu super já tinha pensado nisso, Um monte de gente espalhada pelo youtube alardenado q só a própria infância prestou… Existem desenhos bons e ruins em todas as gerações, né?
    A propósito, eu gosto de Ben 10 rs

    Ps:Gostei da parte polêmica, era uma discussao incrivel na minha primeira série, TEAM POKEMON SIEMPRE! (ta parei)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll To Top